A nossa instituição

A Casa do Povo de Fermentões é uma pessoa coletiva de utilidade pública de base associativa que se localiza na freguesia de Fermentões, Guimarães.

A sua criação, por Alvará do Senhor Secretário de Estado da Segurança Social, assinado em 29 de janeiro de 1977, resultou da vontade de alguns cidadãos comuns, que desejavam promover o desenvolvimento local da Freguesia, tendo por base toda uma história de atividades anteriormente desenvolvidas pelo Grupo de Teatro Gil Vicente, pelo Centro Católico de Cultura e pelo Centro Cultural e Recreativo de Fermentões.

É reconhecida como Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) em 2001. A nossa Organização propõe-se desde a sua fundação até à data, a atuar em áreas essenciais para a vivência e desenvolvimento da Comunidade Local, para uma população-alvo diversificada que atravessa todas as idades: desde crianças dos 4 meses de idade a idosos sem limite de idade, mas, como qualquer agente de desenvolvimento consciente, não pretende desligar-se da realidade.

Assim, todas as suas ações resultam da interpretação e equação das necessidades e aspirações comuns recolhidas pelas propostas e sugestões apresentadas por sócios e clientes/utentes, bem como pela comunidade geral. Neste sentido, a finalidade da CPF definida nos seus estatutos é desenvolver atividades de carácter social, cultural, desportivo, recreativo ou outras, com a participação dos interessados e em cooperação com os Organismos Públicos; e são os seus objetivos gerais: Promover o desenvolvimento económico-social e o bem-estar da comunidade local; Contribuir para o bem-estar das famílias; Apoiar as famílias na educação das crianças; Ocupar o tempo livre dos/as Jovens, evitando potenciais situações de risco; Apoiar as pessoas na terceira idade; Promover a intergeracionalidade; Promover atividades nas áreas: social, cultural, moral, profissional e valorização física; Apoiar outras Associações.

 

Missão

A C.P.F, através das suas valências, constitui-se como uma verdadeira retaguarda no apoio à comunidade em geral, nas vertentes social, cultural, recreativa e desportiva.

Visão

A C.P.F será reconhecida com uma organização de excelência nas suas diversas valências sociais, culturais, recreativas e desportivas.

Valores

Para com os seus sócios e ou clientes

  • Protagonismo ao socio/cliente porque é ele a razão da nossa existência;
  • Respeito pela dignidade humana, através da aplicação de regras de conduta adequadas ao respeito pelo direito à diferença;
  • Relacionamento colaborador/sócio pautado pela correção, respeito, amabilidade e cordialidade;
  • Interação com as famílias, sobretudo em situações de condição de grande vulnerabilidade dos sócios.

Para com os seus colaboradores

  • Os seus recursos humanos são o principal capital da instituição;
  • Elevado desempenho orientado por padrões de profissionalismo, responsabilidade, solidariedade, ética no desempenho de cada função;
  • Orgulho pela importância de todos como equipa e pelo que cada colaborador representa em particular no desempenho coletivo da instituição.

A nível organizacional

  • Pretendemos ser uma instituição com uma Visão Global do utente, para responder de forma eficaz às suas necessidades intrínsecas e numa perspetiva de melhorarmos continuamente a prestação dos nossos serviços;
  • Descentralização da responsabilidade, aproximando os centros de decisão dos locais de execução, com vista a uma maior eficácia no planeamento e na ação;
  • A C.P.F pretende ser uma instituição dotada de um sistema integrado de informação, melhorando a comunicação para uma mais rápida e mais eficaz tomada de decisões.

A nível formativo

  • A C.P.F pretende participar no processo formativo em todas as áreas da sua intervenção social;
  • Investimento na formação continuada aos seus colaboradores, com o objetivo de os manter atualizados, com elevados níveis de qualidade, numa perspetiva de os tornar mais aptos no seu desempenho profissional e lhes permitir uma melhoria contínua.

A nível geográfico

  • Ao longo do tempo a C.P.F adquiriu uma responsabilidade social na região em que se insere, pelo que a visão global do local, de forma a responder às suas necessidades de desenvolvimento se torna essencial;
  • A C.P.F pretende constituir-se como entidade parceira no relacionamento com as instituições da freguesia/região, sempre com o objetivo de levar mais longe o seu abraço social.